Pular para o conteúdo principal

Português é de comer - idioma comestível

Já percebeu que nosso idioma nos alimenta? 
É recheado de palavras e expressões que nos enchem a boca, é coberto de adjetivos comestíveis e substantivos suculentos.

Português é de comer 
minha autoria

Estava eu aqui pensando nesse friozinho gostoso
que não adianta vir chorar suas pitangas!
O negócio mesmo é arregaçar as mangas.
Se a vida te der limão, não se aperrei, não.
É assim mesmo. Rapadura é doce, mas não é mole, não. 
Mas preciso te avisar: sinal de que sua batata está assando. 
Precisas ser mais malandro.

Falando em problema, chega aqui. 
Ou é pepino ou é abacaxi.
Não coloque a culpa nele ou em mim, 
se queres moleza, senta no pudim!
Vou te dar um conselho: vai direto ao ponto e não viaja na maionese.
Se ficar de enrolação, tá enchendo linguiça e ninguém vai acreditar na tua tese.

E se é para falar abobrinha, conta comigo. Nesse assunto eu sou rainha...
Rainha da cocada. Delícia de piada!
Aliás, é hoje que o moço enfia o pé na jaca.
Pois quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.
Não vou ficar pisando em ovos para te falar essa prosa: 
na minha terra, mulher bonita é gostosa.
E o moço bonitão: "nossa, que pão!"

Mas nem só de pão vive o homem.
Pior é levar bolo!
É como pimenta no olho.
No seu mesmo. No do outro, é refresco.
Ora, que gesto mais grotesco!
O conselho vem da vida:
-Ô menina, é muita farinha para o seu angu. O apressado sempre come cru!
O que não mata, engorda - pensei atrevida.
É preciso saber comer o mingau pela borda.
Não vá com tanta sede ao pote de comida. O olho não pode ser maior que a barriga.
Quem nunca ouviu que a vingança é um prato que se come frio?

Nem tudo na vida é mamão com açúcar.
Quem põe a mão na massa, não passa apuro. Não é questão de ser pão-duro. 
De grão em grão, a galinha enche o papo. 
O recado tá dado.

E, por fim, perceba como as coisas eu vejo
Para evitar que tudo acabe em pizza
Não tenho rodeios
Pão, pão, queijo, queijo.
E nesse Português muito bem falado, finalizo de vez essa rima convencida.
Pode até assoviar e chupar cana. Agora acabou-se o que era doce!
No frigir dos ovos, não se pode mesmo é brincar com a comida!
...

Compartilho com vocês uma das minhas escritas. Não porque acho que é um ótimo texto [não acho nem de longe que isso tá bom]. Mas compartilho na intenção de fazer você refletir que muito da nossa cultura, falas, expressões está baseada nessa maravilha que é nossa alimentação. Nos expressamos por ela e com ela. Nutrição é bem mais!

Compartilho também na intenção de contribuir e inspirar em alguma atividade de educação nutricional.
E você que tá lendo, usou esse texto em alguma inspiração? 
Me conta pra ontem! Comenta aqui embaixo e aqui no insta.

Comentários